ACTIVIDADES EXTRACURRICULAR

Objetivo: Promover ações e atividades para as crianças e famílias do bairro de Tira-Chapéu e arredores, com o intuito de melhorar aproveitamento escolar e oferecer a oportunidade de participação em atividades lúdicas com o intuito de prevenir o abandono escolar e crianças na rua em situações de vulnerabilidade.

Com a continuidade do subsídio mensal do Ministério da Educação, parceira desde 2004 em que a ACRIDES é profundamente grata, podemos levar para frente e com grande sucesso o programa de Actividades Extracurricular, que beneficia cerca de uma centena de criança no bairro de Tira Chapéu e Belavista. Este programa de grande importância para estes bairros, tem contribuído imensamente para o sucesso escolar das crianças; diminuição do abandono; redução de crianças na rua; aumento de crianças com maior capacidade de participação, motivadas e mais saudáveis, assim como o aumento da responsabilidade parental, com uma forte participação das mães em todas as actividades realizadas ao longo do ano. Promover o Voluntariado Juvenil nacional e internacional, promover espaço para estágios curriculares de estudantes universitários nacionais e internacionais.

Resultado: Cerca de 70 crianças frequentam semanalmente na “Biblioteca Nha Balila” para participarem de atividades lúdicas, leitura de livros diversos, recitação de poemas, dança, música, jograis, entre outras. Na Biblioteca as crianças também têm a oportunidade de estudarem e contar com o apoio dos voluntários e coordenador do centro nas atividades e trabalhos escolares.

 

ACTIVIDADES EXTRACURRICULAR

Objetivo: Promover ações e atividades para as crianças e famílias do bairro de Tira-Chapéu e arredores, com o intuito de melhorar aproveitamento escolar e oferecer a oportunidade de participação em atividades lúdicas com o intuito de prevenir o abandono escolar e crianças na rua em situações de vulnerabilidade.

 

Resultado: Cerca de 70 crianças frequentam semanalmente na “Biblioteca Nha Balila” para participarem de atividades lúdicas, leitura de livros diversos, recitação de poemas, dança, música, jograis, entre outras. Na Biblioteca as crianças também têm a oportunidade de estudarem e contar com o apoio dos voluntários e coordenador do centro nas atividades e trabalhos escolares.

Atividades Desenvolvidas:

– apoio ao estudo( reforço de matéria)

– aula de musica (flauta)

 

 

ACTIVIDADES EXTRACURRICULAR

Objetivo: Promover ações e atividades para as crianças e famílias do bairro de Tira-Chapéu e arredores, com o intuito de melhorar aproveitamento escolar e oferecer a oportunidade de participação em atividades lúdicas com o intuito de prevenir o abandono escolar e crianças na rua em situações de vulnerabilidade.

Com a continuidade do subsídio mensal do Ministério da Educação, parceira desde 2004 em que a ACRIDES é profundamente grata, podemos levar para frente e com grande sucesso o programa de Actividades Extracurricular, que beneficia cerca de uma centena de criança no bairro de Tira Chapéu e Belavista. Este programa de grande importância para estes bairros, tem contribuído imensamente para o sucesso escolar das crianças; diminuição do abandono; redução de crianças na rua; aumento de crianças com maior capacidade de participação, motivadas e mais saudáveis, assim como o aumento da responsabilidade parental, com uma forte participação das mães em todas as actividades realizadas ao longo do ano. Promover o Voluntariado Juvenil nacional e internacional, promover espaço para estágios curriculares de estudantes universitários nacionais e internacionais.

Resultado: Cerca de 70 crianças frequentam semanalmente na “Biblioteca Nha Balila” para participarem de atividades lúdicas, leitura de livros diversos, recitação de poemas, dança, música, jograis, entre outras. Na Biblioteca as crianças também têm a oportunidade de estudarem e contar com o apoio dos voluntários e coordenador do centro nas atividades e trabalhos escolares.

 

APOIO NO ARRANQUE DO ANO LETIVO 2017/2018

Em parceria com a Delegação do Ministério de Educação, foram feitas matrículas escolares gratuitas às diversas escolas da capital, com o intuito de integrar as crianças no sistema educativo foi realizado com sucesso, permitindo iniciaram sem problemas o ano lectivo. Vale ressaltar que as crianças que receberam o apoio para o arranque do ano letivo, são provenientes de famílias que vivem na pobreza e na extrema pobreza, muitas vezes monoparentais, e deste modo não possui condições para garantir a permanência dessas crianças na escola.

 

Entrega de material escolar

A entrega de materiais escolares às crianças menos favorecidas tem sido uma prática da ACRIDES desde a sua criação. O ano de 2017 à semelhança dos anos anteriores, contamos com a habitual parceria da CV Telecom, grande colaboradora da ACRIDES na entrega de matérias escolares, as estagiárias da Rede Borboleta das Canárias, as duas funcionárias da Papelaria Académica, integrantes do grupo “Pop Corn” e amigas da criança.

Resultado: Com fruto destas ações e parcerias foram beneficiados cerca de 15 crianças com matrícula escolares gratuitas e 108 crianças com materiais escolares. As famílias e as crianças se mostraram agradecidos e felizes, e ficou o compromisso das crianças estudarem e passar de ano com o apoio dos seus respetivos familiares e da ACRIDES.

COLÓNIA DE FÉRIAS

Agosto de 2017

Lema: Crescer Juntos em Família

Tema: Abuso Exploração Sexual

Objetivo: Oferecer atividades lúdicas, culturais e criativas às crianças que, durante o período letivo estudaram e passaram de ano e crianças que durante o ano inteiro participaram das atividades no Centro e Biblioteca “Nha Balila”

No âmbito das atividades desenvolvidas na ACRIDES, existe o projeto “Colónia de Férias”, que tem o intuito de promover atividades extra curriculares às crianças no período das férias escolares, evitando assim que elas fiquem sujeitas a situações prejudiciais ao seu crescimento e desenvolvimento. O ano de 2017 foi a 16ª edição “Semana da Criança” com o Lema “Crescer juntos em Família” e tem como tema central “Comportamentos saudáveis, para a promoção do equilíbrio da paz social” realizada no bairro de Tira-Chapéu de 01 a 31 de Agosto de 2017.

Como de costume, contamos com a habitual parceria da Gastagus Portugal que trouxeram cinco jovens voluntários, que juntamente com os voluntários e mães da ACRIDES e demais parceiros fizeram com que as férias de mais de 100 crianças do bairro de Tira-Chapéu tivessem a oportunidade de ocupar as suas férias com atividades saudáveis e que contribuem para o seu crescimento e desenvolvimento como pessoa humana, aprendendo princípios e valores importantes de uma forma divertida.

Durante a colónia de férias as crianças puderam realizar diversas atividades nomeadamente aulas de pintura com a Engenheira e pintora Leomar, musicas, danças, poesias, histórias e brincadeiras.

Resultados:

  • Exposição de trabalhos realizados durante o mês;
  • Uma mensagem de conscientização trabalhada pelas crianças sobre o abuso e a exploração de menores;
  • As crianças puderam demonstrar que podiam usar seu direito à participação e opinião para expressar suas ansiedades e desejos.
  • Graças a essa colónia, conseguimos reduzir o número de crianças ociosas e vulneráveis, puxando-as da rua, onde poderiam facilmente ser tentadas por atividades ilícitas;
  • A satisfação e entusiasmo de todas as crianças que participaram do acampamento de verão de 2017.

CARAVANA DOS DIREITOS

Objetivo: Promoção, defesa e a participação efetivada e plena da criança cabo-verdiana, enriquecer a semana cívica na abertura do ano letivo, com debates sobre os direitos da Criança, principalmente no que se refere a sua participação efetiva, enquanto indivíduo Sujeito de Direitos.

 

A ACRIDES em parceria com a recém-criada MCPDIREITOS – Movimento Crianças pelos Direitos (representado por um grupo de crianças dos 14 aos 17 anos em que o objetivo primordial é a promoção, defesa e a participação efetivada e plena da criança cabo-verdiana), Save the Children Regional do Senegal, a Delegação de Educação da Praia, Hotel Trópico, Delegado de Educação de São Domingos e as escolas da capital e do interior, realizaram no mês de Outubro a 2ª Edição da Caravana dos Direitos, sob o lema “ Ratificação do 3º Protocolo Facultativo, Dar Vez e Voz à Criança” e a no mês de Novembro a 3ª Edição da Caravana dos Direitos, sob o lema “Ouvir nas Crianças os seus Direitos!” em comemoração aos 28 anos da divulgação da Convenção dos Direitos da Criança, e 25 anos que Cabo Verde ratificou a CDC.

  • Este projeto se configurou numa importante estratégia de reafirmar e promover o direito à participação e o direito à opinião das crianças em todos os assuntos a que lhe diga respeito. A metodologia utilizada também facilitou a interação e maior participação entre as crianças, visto que as conversas e debates foram feitos pelas crianças, com as crianças, fazendo o uso dos adultos apenas na moderação dos debates.

 

Resultados:

  • Mil crianças participaram de duas edições da Caravana de Direitos Humanos que ocorrem em quatro escolas de ensino médio na cidade de Praia e nos municípios da ilha de Santiago, incluindo a cidade de Santa Cruz, Santa Catarina, Agua de Gato São Domingos, São Lourenço dos Orgãos e Espinho Branco;
  • As atividades da Caravana resultaram em conversas abertas e debates entre as crianças. Isto permitiu a partilhar as suas ideias e opiniões, dar conselhos e orientação sobre a prevenção e a luta contra o abuso sexual, para apresentar suas percepções do papel da família e a importância da participação e consciência para os direitos os deveres e obrigações das crianças;
  • Entre as lições aprendidas:

O Sim, as crianças em situação de vulnerabilidade conhecem perfeitamente os seus direitos e deveres e são capazes de participar de uma Caravana dos Direitos, discutindo seus direitos e obrigações, numa perspetiva de partilha de conhecimentos entre elas;

Estes diálogos podem tornar-se extremamente importantes para que juntos lutemos pela promoção e defesa dos direitos das crianças em Cabo Verde;

Nas discussões, há elementos para melhorar a supervisão e as trocas, até mesmo para ver elementos das ações a serem empreendidas na busca de soluções para os problemas que eles enfrentam.